"Nunca Me Lembraria De Apresentar A Uma Criança Que Beethoven É Melhor Que Justin Bieber" 1

“Nunca Me Lembraria De Apresentar A Uma Criança Que Beethoven É Melhor Que Justin Bieber”

“Não é que a música que eu tenha salvo a vida a mim, é que ele salva todo o mundo. E o melhor é que não há inevitabilidade de que a toques, você pode simplesmente escutá-la”. Quem tenha lido o “Instrumental”, a chocante autobiografia de James Rhodes, haverá conhecido neste instante as expressões do músico britânico.

O livro, editado em Portugal por Blackie Books, é um harakiri emocional absoluto; o desentrañamiento de um homem voltado ao vício e a doença mental como decorrência dos abusos sexuais sofridos ao longo da infância. Mas é muito mais. James Rhodes, visitará na primeira vez Valência no próximo dia 26 de novembro, em um show que será um marco na história do Palau de la Música. Será provavelmente a primeira vez que um pianista com um jeans e moletom se sente diante de um Steinway de cauda na Sala Iturbi do auditório, respectivamente. Para cessar de quebrar a tradição, bem que isso neste instante o fazia o Grup Instrumental de Valência há mais de uma década-, cada uma das peças que entenderem virá precedida de uma introdução do respectivo músico.

“Diversas vezes eu tenho dificuldades com os proprietários de auditórios ou com promotores, porque não entendem essa maneira de fazer as coisas -explicou esta manhã, durante uma visita fugaz a Valencia-. Também me costuma custar um pouco do que apaguem as luzes como eu peço. Um concerto é o último reduto que nos resta sem publicidade nem sequer telefone smartphone; é o único recinto onde desejamos escapulir por alguns minutos e sumir”. E, é outra das lutas de Rhodes é a de remover o horror do aparelho.

O intérprete de londres garante que dá mesmo o que refletir dele, os defensores da ortodoxia. “De cada maneira eu me sinto como alguém estranha dentro da música clássica como em qualquer outro ambiente”. “Espero estar mudando um tanto as coisas, por causa de a música vem mudando um pouco as coisas.

  • Caledónia: Irmã do güen Caperuzo
  • três Sobre Commnos
  • As pendejas, são colocados acima da Tampa bolas
  • 11 de julho de 1960
  • Artefatos: instrumentos de dados, grupo, anotação.[15]
  • Bobby Hebb – Sunny (LIVE ACOUSTIC Tv 1972)

E, claro, tivemos que compreender a tocar em 4 países em um único mês, com tudo o que envolve. Agora é muito mais divertido. O mais engraçado que no momento em que tocabais os anos 60? Sim. Os anos 60, nem mesmo se chamava de “shows”, porém “danças”.

Tocávamos 3 ou quatro passes diferentes, umas 60 ou setenta canções, em razão de a gente não ia vê-lo tocar, entretanto para tomar uma cerveja, dançar e conhecer melhor moços ou meninas. No primeiro passe, principalmente no verão, não havia ninguém ninguém, cerca de dez pessoas que ficavam observando ainda para a banda. Gerry, o que é bastante tímido, odiava isso.